Artigos no Período

  • 18/08
    O que significa UX e UI?
    0

    Você sabe o que significa UX e UI? Se ainda não sabe, já ouviu falar ou tem alguma dúvida, dedicamos esse artigo a você! Confira a seguir.

    O que exatamente é o Design da Interface (UI) do usuário e o Design da Experiência (UX) do usuário e qual a diferença entre os dois? Simplificando, a interface do usuário é (UI) como as coisas parecem e o design da experiência (UX) é como as coisas funcionam. O UX é um processo, enquanto a UI do usuário é uma entrega. Vamos entender um pouco mais.

    Design da interface do usuário

    O design da interface do usuário (UI) é um campo extenso. Teoricamente, a interface do usuário é uma combinação de conteúdo, como documentos, textos, imagens, vídeos, etc., somado a formulário (botões, campos de texto, caixas de seleção, listas, design gráfico, etc.) e comportamento mediante a ação do usuário (exemplo: o que ocorre quando o usuário clica, arrasta, digita, etc.). É necessário ter bons olhos, muita prática e muita tentativa e erro para realizar um bom trabalho. O objetivo de um designer de interface do usuário é criar uma interface envolvente, bonita e que crie uma resposta emocional do usuário para tornar seus produtos mais atraentes. O usuário ao ter contato com a interface do portal, aplicativo ou qualquer outro produto, executará ações e funções que o levarão a uma espécie de jornada. Essa jornada precisa ser maravilhosa. O designer de aplicativos, por exemplo, é o artesão que projeta essa jornada. Para tanto, todas as informações contidas na tela do usuário precisam estar organizadas para que a interface seja de qualidade. É responsabilidade também do designer UI de guiar o usuário durante a negação, mudando, desviando ou prendendo a atenção do mesmo, seguindo as estratégias para alcançar os objetivos propostos daquela aplicação. Para a criação perfeita do UI, são realizados brainstorms, experimentações, testes e a compreensão do uso dos usuários ao longo da utilização do produto. Quando se tem um produto bem projetado, a taxa de retenção de usuários passa a ser mais alta.

    Aspectos importantes sobre UI

    • Em uma tela, as pessoas sempre lerão as letras maiores, mais ousadas e com maior brilho primeiro.
    É da natureza humana. Nossa atenção é programada de tal forma que o que for maior, mais ousado e brilhante, será visto primeiro. Só então que o olhar se move para as coisas menores, menos ousadas e menos brilhantes.
    • Importância do alinhamento
    O alinhamento é um aspecto fundamental do design da interface do usuário (UI). Um dos princípios do design é minimizar a quantidade de linhas de alinhamento, melhorando a legibilidade e tornando mais agradável aos olhos humanos. Sobre alinhamento, existem dois tipos, sedo o de borda e o de centro. O alinhamento de borda é onde todos os elementos têm um lado ou borda alinhados com uma única linha. Já o alinhamento de centro é quando os elementos estão alinhados pelo seus pontos médios.
    • Arquiteto de atenção
    O designer UI precisa chamar a atenção de seu usuário com o design e ao mesmo tempo prestar atenção a cada pequeno detalhe no projeto. O UI Design é sobre a maneira de personalizar a experiência para os usuários, orientando a atenção deles para coisas importantes e distintas. Isso irá ocorrer quando variações de tamanho de letra, ousadia, brilho, largura do traço e distância entre as letras, por exemplo, forem aplicadas. Experimentar cores, fontes, tons, ângulos, alinhamento, layout, etc., será crucial para arquitetar uma jornada do usuário positiva, chamando-o a atenção de diversas maneiras.

    O que significa UI já foi respondido, agora chegou a hora de entender sobre UX.

    Design de experiência do usuário

    O design de experiência do usuário (UX) é sobre a criação de experiências agradáveis e sem problemas.

    Elencamos 6 fatores importantes que compreendem a boa experiência do usuário

    • Usabilidade: motivo pelo qual o usuário está usando a aplicação, qual a funcionalidade principal e quais os ajustes devem ser realizados. Como reduzir o número de etapas dentro dos processos da aplicação, quais os objetivos do usuário com a mesma e como tornar a experiência mais agradável;
    • Perfil do usuário: identificação das características do usuário, o que eles desejam alcançar usando a aplicação. Para que essa identificação ocorra com sucesso, o entendimento do mercado e limitação do público-alvo é importante. Identificar a principal funcionalidade do produto e medir continuamente a satisfação que é entregue ao perfil do usuário identificado faz parte da boa experiência;
    • Permissões: é importante que o aplicativo móvel peça permissões para envio de notificações, pushs, serviços de localização, integrações com mídias sociais, e-mail, etc. As notificações de permissões devem ocorrer apenas quando o usuário estiver prestes a usar o recurso e não quando o mesmo abrir o aplicativo, por exemplo;
    • Forma versus função: o design nem sempre é sobre forma (cores, fontes, layout...), é também sobre funcionalidade. O olhar deve ser da função sobre a forma.
    • Consistência: consistência com a aplicação e a marca para não gerar confusão no usuário. Consistência não apenas em aparência, mas também em funcionalidade;
    • Simplicidade: aplicativos devem ser simples, ‘’à prova de avó’’, ou seja, mesmo para leigos em tecnologia, a aplicação deve ser simples e intuitiva no uso.

    Aspectos importes sobre UX

    • O lançamento de aplicações não devem conter manuais e tutoriais longos explicando como usá-lo. As informações devem chegar ao usuário de forma detalhada apenas quando forem necessárias. A criação de um design em que o usuário descubra em poucos segundos como utilizar a aplicação, utilizando dos princípios de design intuitivo são importantes para UX;
    • Confirmações frequentes são prejudiciais à experiência do usuário, sendo aconselhável apenas solicitar em fases determinantes do processo durante o uso.

    Recapitulando

    UI Design: User Interface Design (Design de Interface do Usuário) é forma pela qual uma pessoa interage e controla um website, software ou aplicativo. Seja por botões, menus ou qualquer elemento que permita essa interação. É tudo aquilo que é perceptível visualmente. UX Design: User Experience Design (Design da Experiência do Usuário) procura entender as necessidades, emoções, sentimentos e reações dos usuários. O objetivo é constatar as facilidades de uso, as percepções de valor do sistema e utilidades das tarefas para proporcionar a melhor experiência possível aos usuários. Na I9ME reunimos estes dois conceitos e aplicamos em todos os projetos que nos envolvemos. Em outras palavras, há um estudo minucioso sobre o projeto em si e seus usuários, com o propósito de entregar um produto final que seja, além de encantador, extremamente funcional. Esperamos que esse artigo tenha ajudado a compreender o que significa UX e UI.  E se ainda surgirem dúvidas, deixe seu comentário que ficaremos felizes em contribuir!  “Design não é apenas o que parece e se sente. Design é como funciona”. Steve Jobs.
  • 15/08
    O Papel do Design Gráfico Estratégico
    0

    É fundamental que as marcas e empresas consigam se destacar frente aos concorrentes e, para tal, criar estratégias visuais e de comunicação são fatores cruciais. Nesse contexto, não há como não falar do profissional de Design Gráfico (ou designer gráfico).

    Neste artigo abordaremos a importância de um designer gráfico nos projetos da sua empresa, que possui habilidades e competências que contribuem para o destaque e posicionamento da marca. O design em sua concepção mais ampla contribui para soluções de problemas cada vez mais complexos. Assim o design gráfico evolui em formas e funções para se conectar com as pessoas. O papel do design gráfico estratégico está relacionado à visão multidisciplinar, encontrando soluções tecnológicas, de negócio, estratégias de marketing e comunicação para o desenvolvimento de soluções. Ao entender o funcionamento da empresa, o design gráfico atua de forma estratégica projetando os processos nela existente, melhorando ou redefinindo-os, a fim de reduzir os esforços desnecessários e redirecioná-los para melhorar a conexão com os usuários ou clientes. Ou seja, o design gráfico estratégico articula as necessidades estratégicas da empresa com as necessidades dos usuários e/ou clientes para projetar os produtos e serviços de que precisam, buscando agir de forma inovadora.  

    O que um designer gráfico estratégico deve levar em conta?

    Se tratando de comunicação, o designer gráfico levará em consideração alguns fatores, são eles:

    • Posicionamento atual da empresa ou marca;
    • Impressões e opiniões do pessoal interno e externo;
    • Pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades da empresa (a conhecida análise SWOT);
    • A comunicação estratégica realizada frente aos concorrentes.
    Existem ainda varias áreas nas quais o designer gráfico atua para que a comunicação da marca seja clara e consistente. Elencamos algumas delas!
    • Material impresso

    Como cartões, anúncios, papelarias, etc. sendo todo o material produzido com a mesma linha de design;
    • Embalagem

    Embalagens, caixas, entre outros, com capacidade de gerar alto valor no mercado quando apresentam inovação e originalidade;
    • Site

    Sendo esse um dos aspectos mais importantes atualmente, já que a maioria do público está presente na internet, nas redes sociais, etc., estar em boa colocação nos rankings de pesquisa e ter um bom site é vital para o reconhecimento, credibilidade e imagem da marca perante um cliente potencial.   É de suma importância que o design gráfico represente a empresa em profundidade, reconhecendo a personalidade, os objetivos e os valores que a marca quer transmitir. Assim, criar todo o universo material e visual que envolve empresa poderá ser feito com excelência. Entendemos o planejamento estratégico como um dos contextos mais importantes para o sucesso dos negócios, devemos então relacionar o design nessa esfera, de tal forma que todas as estratégias previstas sejam suficientemente favoráveis para atingir os objetivos da organização. A I9ME tem know-how e experiência para lidar com esse tipo de desafio e por isso, nossa proposta é apoiá-lo através de um trabalho pautado em resultados concretos para que a sua empresa decole e supere qualquer desafio.
  • 11/08
    Como usar vídeo marketing animado para melhorar o posicionamento da marca
    0
    Muito provavelmente você já saiba que a imagem é algo muito importante. Isso porque o sucesso de uma empresa depende de como os consumidores veem a sua marca. Por esse motivo, as empresas que estão antenadas e preocupadas com o posicionamento da marca, se esforçam continuamente para definir e nichar cada vez mais o mercado e, paralelamente, construir na mente dos consumidores uma impressão positiva e exclusiva.  

    Criar uma identidade e posicionamento de marca é resultado do foco em engajamento com potenciais clientes, porém existem maneiras de consolidar e concretizar o posicionamento nas mentes do público-alvo.

      Seja lançando um novo produto ou reformulando-o, você pode utilizar dessas oportunidades para diferenciar a sua marca e empresa da concorrência.  

    Quer saber como?

    O vídeo marketing animado é uma excelente ferramenta que pode te auxiliar nisso! Essa ferramenta passou a ganhar popularidade nos últimos anos devido, em partes, ao algoritmo do Google no ranking de sites. Faz parte das métricas de análise dos algoritmos do Google, o tempo em que as pessoas permanecem nos sites que acessam. Através de vídeo marketing animado, as empresas perceberam que o tempo em que as pessoas permanecem nos sites aumenta devido ao envolvimento com conteúdo e principalmente pela forma como foi transmitido. Recomenda-se então a utilização de vídeo marketing animado para transmitir a mensagem e aumentar o posicionamento da sua marca à massa.   Elencamos três maneiras que o vídeo marketing animado pode contribuir com a solidificação e o posicionamento da sua marca:  
    1. Vídeo marketing animado personalizado

    Através de vídeo marketing animado você poderá criar a própria imagem da empresa, tornando-a exclusiva, além de causar uma impressão positiva e de longo prazo com os clientes potenciais.   É hora de colocar a imaginação em jogo e determinar alguns aspectos importantes, como:
    • Paleta de cores;
    • Conteúdo;
    • Estilo da animação;
    • Música;
    • Personagem que representará a marca;
    • Tipo de narração.
      Da escolha das cores ao tipo de narração, são aspectos que deverão ser escolhidos de acordo com a impressão que a empresa deseja transmitir e que serão fixados na mente do consumidor. Eles são recursos oportunos, que aliados à criatividade, comunicarão a visão e os valores ao público. Ao criar um estilo de vídeo marketing animado para a sua empresa, lembre-se que o mesmo deve corresponder ao visual da sua marca. É através dele que sua marca ganha vida e dinamismo, conectando cada ação do vídeo (não só a logotipo) à proposta de valor da empresa. Traços, fontes, estilo de caractere... Tudo isso contribui ativando os sentidos dos consumidores, que os conectarão com sua marca.  
    1. Vídeo marketing animado contam histórias de impacto

    Brand storytelling é a palavra da vez!! Provavelmente você já deve ter ouvido falar, e se ainda resta alguma duvida sobre o impacto que isso causa, será compreendido agora. As empresas que estão preocupadas em se atualizarem e se posicionarem de acordo com os modelos atuais que impactam o consumidor, utilizam dessa técnica por razões bem claras. Contar história não é apenas tendências de marketing, mas uma maneira de comunicar valores e visões de forma autêntica e personalizada. As histórias são convincentes e universais, nos prendem a atenção. É por elas que nos identificamos e relacionamos a marca às experiências que queremos viver ou reviver. Com o poder da narrativa, as empresas podem envolver o consumidor da mesma forma que filmes e bons livros captam a atenção e tempo do expectador/leitor. Um vídeo marketing animado, utilizando das técnicas de brand storytelling causa grande impacto no consumidor, uma vez que você pode transmitir desde a história da sua empresa às novidades de produtos ou serviços, valores, visões, etc.,  conectando os clientes a sua marca de forma clara e concisa, com formato incrivelmente divertido. Algo muito interessante também é contar as histórias dos seus próprios clientes, com movimentos, cores e todos os outros aspectos citados anteriormente, demonstrando entendimento e familiaridade com as dores que sentem, problemas que desejam resolver e como resolvê-los, atingindo o objetivos desejados.  
    1. Acessibilidade e compartilhamento de vídeo marketing animado

    Nas ultimas duas décadas, percebeu-se a mudança significativa nas estratégias de marketing. A preocupação das empresas em anúncios impressos e atraente ou investimentos de fortunas em comerciais de TV não fazem parte mais da rotina das áreas que lidavam com isso. Hoje as empresas sabem que é através do posicionamento digital que atingirão seus consumidores. A Internet contribuiu muito para o avanço e melhora nas relações das empresas e seus clientes, uma vez que no passado, a área de marketing das empresas falava diretamente com o consumidor, mas não tinham canais rápidos e eficazes para ouvi-los. Da mesma forma o consumidor não tinha voz ativa. Com esse avanço, a comunicação passou de fato a existir, sendo muito próximo de um diálogo, em que as duas pontas falam. Possibilitando assim que elogios e reclamações, por exemplo, cheguem rapidamente à empresa, que poderá se reposicionar, mudar, evoluir e melhorar a cada dia a experiência do consumidor. O consumidor de hoje procura pelas empresas através de canais online, principalmente via sites e mídias sociais, que permitem acessibilidade e compartilhamento das informações encontradas. Se os consumidores estão online, é ai então que seu conteúdo precisa estar. E como o foco desse artigo é evidenciar as vantagens de vídeo marketing animado, quando você utiliza desse recurso em sites e mídias sociais, não só torna mais acessíveis a comunicação e informação com seu cliente, como também facilita o compartilhamento com outras pessoas. Quanto mais fácil o acesso e compartilhamento do seu conteúdo, maiores são as probabilidades de atrair novos clientes. Lembrando que, utilizando vídeo marketing animado, o potencial de audiência aumenta devido às viralizações que boas produções podem trazer!  

    Ação!

    O vídeo é considerado um dos melhores meios para informar, envolver, engajar e entreter clientes em potencial. Se você está procurando tornar a marca da sua empresa duradoura nos consumidores, agora é a hora! Comece o quanto antes a colocar em prática as dicas de hoje e compartilhe conosco os resultados.   Nós da I9ME ficaremos felizes em contribuir com conteúdos para posicionamento digital da sua empresa!